O que são as Franquias Pessoais

O conceito de franquia pessoal é algo relativamente novo. Tradicionalmente, as empresas desenvolvem sua área comercial a partir da contratação de vendedores, da concessão de representações comerciais ou através do atual modelo de franchising. Em ambos os casos, os investimentos e riscos são grandes para todas as partes envolvidas.

Em se tratando da contratação de "pessoal de vendas", a empresa adquire um elevado passivo, com os tributos e riscos trabalhistas decorrentes dessa estratégia. Por outro lado, ela não oferece nenhuma segurança à esses colaboradores, que se vêem numa situação de risco, podendo ser demitidos a qualquer instante.

As representações comerciais, bem como as tradicionais franquias, dão uma certa liberdade à empresa, que dividirá seus lucros com os empresários representantes/franqueados, repassando a estes toda sua operação comercial. Eles, por sua vez, se sentem um tanto seguros sendo donos de seus negócios, no entanto arcam com grandes investimentos e assumem muitas responsabilidades.

Assim, esta não é uma oportunidade disponível à qualquer empresário: além de requerer um significativo capital inicial, envolve a capacidade de lidar com grandes riscos. No caso do franchising é fato que uma conceituada franquia oferece uma elevada probabilidade de êxito, mas, com ela, também, a possibilidade de um fracasso irremediável, uma vez que todo aquele passivo pessoal e tributário, bem como os riscos trabalhistas, ficam a cargo do empresário investidor.

E o que seria o ideal?

O atual cenário do business global oferece um modelo de negócio que cresce a uma taxa anual maior que a de qualquer outra oportunidade de empreendedorismo: as franquias pessoais. As franquias pessoais são algo bastante disseminado na europa e na américa do norte e movimentam bilhões de dólares anualmente, oferecendo à empreendedores a segurança do negócio próprio atrelada ao baixo (ou nenhum) investimento dos empregos.

Este é um modelo de negócios onde o sucesso do empreendedor depende praticamente de seu desempenho, isentando-o da necessidade de um vultuoso capital inicial. Em contrapartida, como trata-se de uma franquia, as responsabilidades trabalhistas não insidem sobre as companhias e essas podem compensar generosamente seus franqueados.

Funciona basicamente na relação do "ou todos ganham ou ninguém perde". Quer dizer, caso o empreendedor franqueado "feche seu negócio", é provável que sua maior perda seja de tempo. As franquias pessoais são uma oportunidade com retorno comprovado e regulamentadas pelos competentes órgãos responsáveis.

São um negócio como outro qualquer e, como tal, exigem preparo do empreendedor, mas, assim como no franchising tradicional, oferecem ao potencial empresário a possibilidade de suporte da franqueadora, visando a minimização de riscos de insucesso.

A maior oportunidade de Franquia Pessoal do momento!

A maioria das franquias pessoais não exige instalações físicas e sim um empreendedor decidido a desenvolver um trabalho, portanto, é um modelo de negócio que pode ser desenvolvido a partir de casa e em tempo parcial, concomitantemente com qualquer outra atividade.

Geralmente são negócios baseados na indicação de produtos ou serviços e oferecem uma oportunidade de ganhos ilimitados. Isso mesmo! Muitas grandes fortunas são geradas a partir desse modelo de franquias, pois, além dos lucros diretos com a comercialização de produtos, elas oferecem uma possibilidade incomum de alavancagem através da indicação de novos franqueados.

Para entender melhor como um negócio de tão baixo investimento leva pessoas comuns à fortuna, faça, o download abaixo e estude o livro “A Franquia do Povo”, de John Milton Fogg.
e-book sobre franquia pessoal

E-book Grátis:
A Franquia do Povo (Download)

 

 

 

Receba gratuitamente
em seu e-mail o curso
Franquia Pessoal